Ele distribui-se pelo organismo, interligando-se e formando uma rede de comunicações que constitui o sistema nervoso. Os neurônios e as células da neuróglia são os principais componentes.
Neurônios, formados por um corpo celular, que contém o núcleo e do qual partem prolongamentos de dois tipos: dentritos e axônio. Os dendritos recebem os estímulos do meio ambiente e o axônio conduz impulsos que transmitem informações do neurônio a outra célula nervosa ou não.
As células nervosas são quase impossíveis de regenerarem após um corte ou lesão.
Cada neurônio possui um axônio e muitos dendritos. Fibra nervosa é o axônio que acaba numa arborização terminal.
Muitos axônio estão cobertos por uma bainha gordurosa que contém proteína. Os axônios que contém essa bainha transmite impulsos nervosos mais rápido.
O axônio de um neurônio comunica-se com os dendritos de outro neurônio, para conduzir os impulsos nervosos.
Sinapses são conexões entre um neurônio e outro, nisso o estimulo nervoso é transmitido de um neurônio a outro por causa da liberação de um neurônio a outro por causa da liberação local de certas substância denominadas neurotransmissores.
As sinapses transmitem o impulso nervoso num sentido apenas, do corpo celular para o axônio.